• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!
image

ROMPENDO BARREIRAS INTERDEPARTAMENTAIS NA EVOLUÇÃO DO PRODUTO


Por Saulo Lima, CTO Guiando

Já se passaram oito anos desde que decidi dar um passo que mudaria a minha trajetória profissional: a entrada para a Guiando. Antes desta mudança, ajudava a tirar ideias de outros empreendedores do papel e construir MVPs, atuando como microempreendedor, minha principal fonte de renda na época. Era mágico conseguir transformar ideias em um produto funcional para que meus clientes pudessem validar seus projetos.
Naquele tempo, a Guiando era muito menor. Tínhamos 12, talvez 15 pessoas dividindo o mesmo teto e participávamos de quase todas as decisões. A comunicação era simples e direta, com o time 100% alinhado com a estratégia e com o negócio. As coisas fluíam bem e o alinhamento entre tecnologia e negócio era enorme.

Entre 2013 e 2018 já crescíamos de modo consistente. Chegamos a cerca de 80 colaboradores, espalhados em quatro escritórios. Especificamente em 2018, foi quando optamos por deixar de ser uma empresa com uma única solução para lançarmos o nosso novo produto. 
O crescimento e a entrada desta nova solução trouxe diversos desafios, como o aumento da distância entre o nosso mercado e o time interno. Gradativamente, a comunicação e o alinhamento entre negócio e tecnologia foi se deteriorando e, na tentativa de estruturar processos na empresa, algumas barreiras foram criadas.

À primeira vista pode parecer bobagem, mas, na busca pelo sucesso, a comunicação não é “item desejável” e sim pré-requisito. Mesmo assim, a resiliência e o comprometimento de toda a empresa com nossos clientes mantinham o crescimento da Guiando.

Entre 2018 e 2019 estávamos focados na busca do Product Market Fit para a nova solução - recém batizada de nexinvoice®. Para conseguirmos, a nossa área de tecnologia precisava estar "comprada", afinal, este time é formado pelos “caras” detentores dos detalhes da solução, bit-a-bit, uma vez que na Guiando a área de produto está dentro de tecnologia.

No ano passado o cenário ficou ainda mais desafiador após perdemos peças importantes do time, pessoas em posições estratégicas e desenvolvedores experientes. Foi quando fui apresentado à maior oportunidade de minha jornada profissional: assumir a cadeira de CTO da Guiando.

 

Reestruturação, alinhamento e comunicação aberta
O desafio era claro: promover o alinhamento de tecnologia com o negócio, eliminando barreiras de comunicação e aproximando os times, já que tecnologia e produto não conseguiam sentir as dores e necessidades do negócio que, por sua vez, não compreendiam o que tecnologia e produto tentavam defender. O remédio também era claro, mas não conseguíamos aplicar.

__________________________________________________________________
Veja:

Venda de software vai além da apresentação de uma lista de funcionalidades

Novos produtos pedem novos modelos de venda

Inovação, criatividade e valorização do time fortalecem a cultura Guiando
___________________________________________________________________

 

Algumas medidas recentes já começavam a apresentar resultados e como CTO, eu precisava reforçá-las. Iniciamos uma reestruturação na área de tecnologia, na qual o alinhamento, a abertura e a comunicação com os demais setores da empresa passaram a ser fundamentais. 

Desde então, não há um dia sequer que não haja uma reunião entre o time de produto ou tecnologia com o time de negócio. Com isso, construímos rapidamente uma relação de confiança, pela qual ganhamos espaço e autonomia para melhorias técnicas e operacionais, além de termos muita voz nas definições do roadmap de nossa solução. 

Também conseguimos, cada vez mais, fazer com que o nosso time perceba as necessidades do mercado e tenha grande empatia pelas demandas trazidas pelo comercial. Deste modo, passamos a entregar mais com uma equipe menor. Lead times de três meses passaram a ser menos de 30 dias. Uma verdadeira vitória para toda a empresa.

Por um lado, o grande benefício colhido é a economia de recursos, especialmente em relação às entregas sem valor. Por outro, é conseguirmos focar na entrega de algo que gera valor para a Guiando e ao nosso cliente. Ou seja, o benefício é dobrado. É como defender um pênalti e fazer um gol no contra-ataque.

Há alguns meses já atingimos nosso Product Market Fit. Além disso, estamos crescendo o nexinvoice® de forma acelerada e com tecnologia de ponta, gerando valor a cada nova entrega. E o melhor: a empresa inteira promove inovações diárias em nossa solução.

TWM - Telecom Web Manager

Comentários

Comente você também